O Caminho do Encontro

O Caminho do Encontro é um espaço criado por mim, María Laura Babikian, para mulheres que estão transitando ou estão por transitar os 50 anos, que procuram um lugar feminino onde possam valorizar a maturidade para ressignificar essa fase da vida.

Trazendo quem está fora da roda para dentro

Minha experiência pessoal me mostrou que, quando as mulheres têm um espaço no qual elas podem pensar, dividir e aprender a olh​ar para si, a partir de outro ponto de vista, da troca de informações, sentimentos, emoções e conteúdo, elas transitam com mais recursos pela maturidade transformando-se em sua melhor versão.

O Caminho do Encontro

Quando me perguntam por que eu criei o Caminho, sempre respondo que se eu tivesse um espaço com outras mulheres, onde me sentisse compreendida, acolhida, onde o conteúdo tivesse me levado a um lugar mais construtivo, eu teria passado por essa fase com mais facilidade.

Um outro ângulo para a maturidade. 

Alguém que me ajudasse a resgatar o melhor da minha história, que valorizasse minha experiência para eu poder encarar essa mudança com mais leveza.

Focando na habilidade, na capacidade, na força emocional e nos recursos internos para poder descobrir essa nova mulher, atemporal, O Caminho surgiu.

Seja bem-vinda. 

O Caminho do Encontro

 

O Caminho do Encontro é um espaço criado por mim, María Laura Babikian,  para mulheres que estão transitando ou estão por transitar os 50 anos, que procuram um lugar feminino onde possam se atualizar sobre os temas pertinentes a essa fase da vida.

As mudanças hormonais, os filhos crescidos, as exigências sociais, as atualizações a essa nova realidade, a essa nova imagem no espelho, as mochilas emocionais que estão mais pesadas e como fazer para aliviá-las, a sensualidade como novo desafio e tantos outros temas que nos fazem bem resgatar, conversar, para procurar uma leitura diferente.

Realizo curadoria, investigo, pesquiso, escolho os temas e desenvolvo os conteúdos pesquisados, buscando fazer com que todas tenham uma nova visão daqui para frente.

 

Por isso O Caminho, por isso O Encontro.

Por quê?

Porque minha  própria experiência me demonstrou que, se outras mulheres tiverem um espaço onde podem pensar, dividir e aprender a olhar a partir de outro ponto de vista, a partir da troca de informações, sentimentos, emoções e conteúdo, elas transitarão com mais recursos por essa fase da vida.

Como?

Quem já está dentro do círculo

Ana Alves de Souza

Helô de Castro

María Laura, muito obrigada pelo semestre de muitas descobertas em vários Campos em minha vida que eu não encontrava respostas. Me sinto mais confiante, mais liberta e mais segura. Obrigada por nos ajudar a nos encontrarmos.

É uma honra poder fazer parte deste círculo! E é um presente a forma como a María Laura ensina e mostra que a maturidade pode ser esse lugar incrível. Ela tem o dom de perceber as mais sutis nuances emocionais em todos os aspectos da nossa vida. Uma ajuda inestimável.

Renata di Paula

Aprendi no Caminho do Encontro que ser grato é o que nos faz feliz e não por sermos felizes que somos gratos. Lindo. Assim acaba a ansiedade, a falta, a busca.

 Zelia Frangioni

Conheci a Maria Laura em 2002. Acompanhei a adaptação dessa argentina que chegou com 3 meninos pequenos no Brasil. Nossos filhos estudaram juntos e ficaram muito amigos, nós também. Acompanhei o divórcio dela e também as diversas fases da sua doença autoimune. Algumas vezes, ao longo dos anos, ela sumia por semanas, sem nem atender o telefone de tão mal que estava, seja física ou psicologicamente por causa da doença. Vimos juntas nossos filhos terminarem a escola, irem estudar fora e vivemos juntas todas as emoções que isso gera. Assisti de camarote a transformação dela tanto na área pessoal quanto profissional.

Ela adora analisar comportamentos e situações e, como fez centenas de horas de terapia durante sua vida, tem sempre um jeito diferente de analisar as coisas. Ela repara em cada detalhe que você não vai acreditar! Isso a colocou numa posição de geralmente ser capaz de trazer um ponto de vista único e mais aprofundado das coisas que estamos vivenciando, o que para as amigas é fantástico, nos ajuda a entender melhor o mundo ao nosso redor.

 

Hoje, ela parece mais brasileira que eu (exceto no português, claro!), superou o divórcio e encontrou um novo amor. A doença vai e volta, ela apanha e se levanta, e, para mim, é dali que ela tira as melhores lições de vida. 

 

Maria Laura não tem formação em psicologia. Ela tem formação em design de interiores e coach. Na prática, mesmo antes desse curso, ela já era essa mulher que influenciava e transformava pessoas que, como ela, passam por percalços e desafios pessoais. Ela ama conversar, ouvir, estudar sobre o comportamento humano e generosamente compartilhar isso. Inúmeras vezes nesses anos todos vi essa experiência de vida transbordar em conversas, seja em festas, reuniões ou encontros na porta da escola. Ela começa a falar com uma ou duas pessoas, já já tem umas dez grudadas ali ouvindo, compartilhando suas histórias, trocando ideias com ela.

 

Um dia, em outubro de 2017, uma crise da Doença de Crohn a deixou travada na cama, sem poder exercer a profissão de decoradora em que ia bem. Ali eu a vi chorando, sem ver saída para continuar trabalhando com essa limitação física intermitente. Eu fiz um comentário e de repente vi seu espírito gigante se levantar daquele corpo encolhido, vi a cabeça dela começar a funcionar a mil por hora e a criar algo do zero. 

 

O comentário foi : “Você já reparou o quanto você ajuda e influencia pessoas ao seu redor em relação a comportamentos e relações pessoais? Reparou o quanto as pessoas param para ouvir você falar, pedem sua opinião e seu ponto de vista? (Ela não tinha reparado.) É possível essa sua paixão e sua habilidade virarem um negócio que seja compatível com sua doença?”

 

Em períodos de crise da doença, não dá para visitar obras nem ir a lojas de decoração, mas dá para pesquisar e produzir conteúdo que fora da crise pode virar palestras, vídeos, encontros, etc, que ajudem outras pessoas. Por acaso, isso aconteceu justamente quando nós e nossas amigas já estávamos encarando os novos desafios pessoais que chegam oos 50 anos. Só quem está nessa fase entende o que é isso.

 

Eu só fiz aquele comentário, foi uma faísca. A experiência e o conteúdo já estavam lá na cabeça dela. Mas ela foi mais longe, fez uma curadoria dos temas específicos para mulheres maduras, pesquisou, se aprofundou nos assuntos e criou o Caminho do Encontro. Ela largou a decoração, driblou a doença mais uma vez e, resiliente que é, se transformou de novo.

Agora ela ajuda não só as amigas, mas também outras mulheres que se sentem de alguma forma perdidas e que ela acolhe em seus eventos presenciais e virtuais.

Meu testemunho é que vi a transformação dela e vivi a minha com ajuda do que ouvi da boca dela. E O Caminho do Encontro é o espaço que ela cuidadosamente construiu para ajudar cada uma de nós na nossa adaptação, e eventualmente até na transformação, aos 50. Com ele, ela nos ajuda a "ressignificar a maturidade" (palavras dela que acho perfeitas para o que estou passando!). Fico feliz de fazer parte. 

Temas do Caminho

2018

Autoestima
Resiliência
Síndrome do ninho vazio
Conectadas x Desconectadas
Tempo Memória Legado
Relacionamentos
Emoções e Sentimentos
Culpa Limite Escolha
Perdão
Gratidão

2019

Vontade
Respeito
Lealdade
Mochila emocional
Merecedoras x Reconhecidas
Imagem no Espelho
Mulher - Mãe de 50 anos no séc. XXI
Sensualidade aos 50
Linguagem corporal
Liberdade
Menopausa
Segurança
Autodependência
Empreendedorismo
Finanças pessoais
Harmonização facial
Sexualidade aos 50
Identidade

2020

Vida digital - Como a tecnologia digital tem impactado as relações humanas?

Aplicativos de relacionamentos - Temos crenças limitantes?

 

Saúde genital feminina e as novidades da medicina e da fisioterapia.

 

Formas de Encontro

Palestras

Grupo Livraria Cultura

O primeiro grupo percorreu 31 temas desde a fundação do O Caminho do Encontro em maio de 2018. O Grupo voltará a suas atividades assim que for possível. 

Os Encontros acontecem quinzenalmente na Livraria Cultura do Shopping Iguatemi - SP.

Duração: 1h30

Grupo On Demand

Quatro temas são escolhidos a partir da lista dos temas já tratados.

 

Ex.: Ninho Vazio, Autodependência, Menopausa. 

Curadorias

Os Encontros

Primeiro apaixone-se por você.

 

A felicidade é uma conquista individual.

Conteúdo

Instagram do Caminho

602

Horas de pesquisa

3705

Minutos de palestra

8199

Seguidoras do Caminho 

  • Facebook
  • Instagram
O Caminho do Encontro (0 black).png